Sindicato acusa Direção-Geral de Veterinária de "condicionar direito à greve"

DGAV notificou trabalhadores por e-mail, ameaçando-os de considerar faltas como desobediência.
Por Lusa|04.05.18
Sindicato acusa Direção-Geral de Veterinária de "condicionar direito à greve"
Foto Paulo Cunha/Lusa
O Sindicato dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais do Norte (STFPSN) acusou esta sexta-feira a Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) de estar a "intimidar" os trabalhadores e a "condicionar o direito à greve" que decorre esta semana.

"Procurando intimidar os trabalhadores e condicionar o direito à greve, a DGAV notificou por e-mail os trabalhadores associados a esta direção-geral, ameaçando-os de desobediência caso não se apresentassem ao serviço nos matadouros designados", afirma o sindicato em comunicado.

A paralisação de trabalhadores da DGAV, que termina sábado, tem como objetivo a criação de carreira especial de inspetor sanitário e acabar com as contratações a recibos verdes.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!