Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Sindicatos não querem isenções

Os sindicatos de professores não pretendem que os docentes dos escalões mais elevados fiquem isentos da avaliação, tal como está previsto na proposta de modelo apresentada pelo Ministério da Educação, e que deixaria 40 mil professores fora da avaliação.
23 de Agosto de 2011 às 00:30
O ministro Nuno Crato
O ministro Nuno Crato FOTO: Bruno Colaço

"Todos devem ser avaliados, excepto os que estão à beira da reforma", explicou ao CM Carlos Chagas, presidente da FENEI/Sindep, um dos sindicatos recebidos ontem pelo secretário de Estado João Casanova Almeida, no primeiro de dois dias de negociação. A FENEI propôs que os parâmetros de avaliação sejam feitos a nível nacional , "competindo depois ao Conselho Pedagógico de cada escola acrescentar outros parâmetros, tendo em conta a realidade local".

Hoje, a tutela reúne-se com a Fenprof e a FNE.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)