Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

“Socorro está em risco”

Jaime Soares, Presidente da Liga Portuguesa dos Bombeiros sobre a recusa no transporte de doentes não urgentes.
27 de Maio de 2012 às 01:00
“Socorro está em risco”

Correio da Manhã – Os bombeiros do distrito de Lisboa afirmam não fazer transporte de doentes não urgentes a partir de sexta-feira. O transporte não ficou no acordo com o Ministério da Saúde?

Jaime Soares – O acordo foi feito dentro das negociações, não foi bom nem mau, foi o possível, porque é o Governo quem tem o poder de decisão. Conseguimos aumentar o preço por quilómetro, que passou dos 48 cêntimos para os 51, e a hora de espera teve alteração de 100%.

– Os bombeiros dizem não ter dinheiro para os serviços de transporte de doentes. E agora?

– Não conseguimos demover o Governo na questão do retorno, que não ficou contemplado na taxa de saída. Não é o único problema, há outros mais graves.

– Que problemas graves?

– O combate aos incêndios pode estar e está posto em causa quando não temos dinheiro para o combustível, para reparar as viaturas e algumas corporações têm de despedir pessoas.

– Que outras preocupações têm os bombeiros?

– A lei do financiamento das associações e corpos de bombeiros, os incentivos dos voluntários e o estatuto dos bombeiros, que agravam toda a estrutura das corporações e põem em perigo a prestação do socorro.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)