Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

Intoxicação volta a encerrar escola

Alunos e um professor sentem irritação nos olhos e garganta.
17 de Outubro de 2014 às 12:27
Bombeiros da Pontinha foram chamados à escola Gonçalves Crespo
Bombeiros da Pontinha foram chamados à escola Gonçalves Crespo FOTO: Manuel Moreira

A Escola EB 2,3 Gonçalves Crespo, na Pontinha, voltou esta sexta-feira a ser encerrada, após 30 alunos e um professor sentirem irritação nos olhos e garganta, por razões desconhecidas.

Técnicos do Instituto Ricardo Jorge vão deslocar-se ao local para tentar apurar as causas da intoxicação.

Já ontem, o estabelecimento de ensino tinha sido encerrado devido a um intenso cheiro a gás proveniente das obras de repavimentação do IC16, obrigando 17 alunos a serem assistidos por causa de náuseas e vómitos.

Entre alunos, professores e pessoal auxiliar, 650 pessoas abandonaram o local na quinta-feira.

O INEM foi chamado para prestar assistência médica.

Os Bombeiros Voluntários da Pontinha também estiveram no local.

Esta sexta-feira, as obras de repavimentação já estavam afastadas da escola cerca de 800 metros.

Escola EB Gonçalves Crespo Pontinha intoxicação
Ver comentários