Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Taxistas recuam em novo protesto

Manifestações estavam marcadas segunda-feira em Lisboa, Porto e Faro.
Daniela Polónia 14 de Outubro de 2016 às 08:43
No início da semana, milhares de taxistas protestaram na cidade de Lisboa
No início da semana, milhares de taxistas protestaram na cidade de Lisboa FOTO: Bruno Colaço
O protesto dos taxistas que estava agendado para segunda-feira foi ontem cancelado pela Associação Nacional dos Transportes Rodoviários em Automóveis Ligeiros (ANTRAL) e pela Federação Portuguesa do Táxi (FPT). Estava previsto que a manifestação se realizasse em frente ao Palácio de Belém, em Lisboa, e no Porto e em Faro.

Os representantes dos taxistas queriam ser recebidos por Marcelo Rebelo de Sousa, mas o facto de o Presidente da República estar em visita oficial à Suíça contribuiu para o recuo. O protesto visava também contestar a proposta do Governo para regular a atividade das plataformas online, como são o caso da Uber e da Cabify. "Sabendo que o diploma ainda não foi aprovado, nem foi a Conselho de Ministros, entendemos que temos de esperar pelo poder político. Não gostaríamos de colocar o Presidente da República sob pressão", explicou Florêncio de Almeida, presidente da ANTRAL. Segundo os responsáveis do setor, "o problema não são as plataformas, mas sim a quantidade de viaturas que deve existir para trabalhar nelas, não alterando o contingente que já existe em Lisboa", explicou Carlos Ramos, presidente da FPT. Já após a reunião, a Presidência da República anunciou que os representantes do setor do táxi vão ser recebidos hoje por um assessor de Marcelo Rebelo de Sousa.

Na quarta-feira, o ministro do Ambiente, Matos Fernandes, anunciou que o Governo está a estudar uma tarifa específica para os táxis dos aeroportos e dos portos de cruzeiros. Uma medida que, explicou Carlos Ramos, já tinha sido apresentada ao governo de Passos Coelho. Na altura, os taxistas propuseram uma tarifa específica a partir do Aeroporto de Lisboa para qualquer ponto da cidade - os clientes não pagariam mais do que 20 euros.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)