Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Têxtil de Barcelos "veste" clérigas

Por encomenda de estilista sueca.
28 de Maio de 2015 às 16:02
Augusto Freitas sublinhou que, para a sua empresa, aquele "é um nicho de mercado muito pequeno"
Augusto Freitas sublinhou que, para a sua empresa, aquele 'é um nicho de mercado muito pequeno' FOTO: Getty Images

Uma têxtil de Barcelos produz camisolas para presbíteras e diáconas por encomenda direta da estilista sueca Maria Sjödin, que depois as faz chegar a vários países de todo o mundo.


O gerente da Freima, Augusto Freitas, disse à Lusa que a particularidade das peças está "na espécie de gola alta" que todas têm, com uma abertura para ali ser colocado o "colar branco" identificativo do sacerdócio.


"De resto, são camisolas normais, num estilo casual, com bastante elasticidade, que se ajustam ao corpo e com um toque feminino", acrescentou.


Augusto Freitas sublinhou que, para a sua empresa, aquele "é um nicho de mercado muito pequeno", com encomendas "pontuais", dada a especificidade dos destinatários.


"É uma produção que, muito mais que pela quantidade, vale pela curiosidade", admitiu.


Oitenta por cento das camisolas são pretas, mas há ainda peças noutros tons "discretos", como azul-marinho ou verde escuro.


"Não há cores garridas", frisou o empresário.

Barcelos Maria Sjödin clérigas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)