Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Tomar: Utentes protestam contra fim do serviço da Medicina Interna

Vários utentes concentraram-se esta terça-feira frente ao Hospital de Tomar, manifestando o seu descontentamento com o encerramento do serviço de Medicina Interna naquela unidade de saúde.

14 de Fevereiro de 2012 às 12:19
Batalha da população visa garantir que hospital local não perca as valências de pediatria, urgências médico-cirúrgicas e medicina interna
Batalha da população visa garantir que hospital local não perca as valências de pediatria, urgências médico-cirúrgicas e medicina interna FOTO: Luís Filipe Couto

José Fortunato Pereira, da Comissão de Saúde da Assembleia Municipal de Tomar, referiu que a manifestação não teve a adesão esperada, seja pela "manhã fria" seja pelo facto de a transferência dos doentes para Torres Novas já se ter iniciado.

A manifestação foi marcada numa reunião promovida pela comissão com a população e trabalhadores do Hospital de Tomar, realizada no passado dia 2 de Fevereiro.

Fortunato Pereira adiantou que a comissão quer entregar ainda esta semana na Assembleia da República a petição que pede a suspensão da reorganização do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT).

A contabilização de assinaturas vai ser feita esta terça-feira, acreditando a comissão que já estejam reunidas as 4000 necessárias.

O responsável referiu ainda que a batalha da população é garantir que o hospital local não perca as valências de pediatria, urgências médico-cirúrgicas e medicina interna, prevista na reorganização anunciada pelo novo conselho de administração do CHMT, que integra ainda os hospitais de Torres Novas e Abrantes.

Saúde Utentes Protesto Doentes Medicina Interna Hospital
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)