Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Trabalhadores do apoio do Tribunal de Contas protestaram hoje junto à instituição

Presidente do TdC dirigiu-se aos manifestantes para os cumprimentar e afirmou que o tribunal tem de "ser uma Instituição una".
Lusa 10 de Julho de 2019 às 15:54
Tribunal de Contas
Tribunal de Contas
Tribunal de Contas
Tribunal de Contas
Tribunal de Contas
Tribunal de Contas
Tribunal de Contas
Tribunal de Contas
Tribunal de Contas
Os trabalhadores dos serviços de apoio do Tribunal de Contas (TdC) concentraram-se esta quarta-feira, junto à instituição, em Lisboa, em protesto contra a violação do seu estatuto remuneratório e desfasamentos de carreira.

O protesto realizou-se durante a manhã, enquanto decorriam as comemorações dos 170 anos do TdC, segundo um comunicado divulgado hoje.

De acordo com a presidente da associação sindical que representa estes trabalhadores, Bella Isa Cardoso Rodrigues, os trabalhadores decidiram protestar enquanto decorriam as comemorações, "porque não estão em festa".

Os auditores e consultores queixam-se de que, "não obstante terem um estatuto remuneratório equiparado ao dos juízes de direito, nem sempre aquele é reconhecido pela DGTC [Direção-Geral do Tribunal de Contas], em clara violação da lei".

Na origem do protesto está ainda "a existência de pessoal integrado em seis carreiras a desempenhar as mesmas funções com remunerações substancialmente diferentes".

Durante a concentração, o presidente do TdC dirigiu-se aos manifestantes para os cumprimentar e afirmou que o tribunal tem de "ser uma Instituição una", com todos a remar para o mesmo lado, de acordo com o comunicado.

Segundo a Associação Sindical do Corpo Especial de Fiscalização e Controlo da Direção Geral do Tribunal de Contas (ACTVS), os trabalhadores dos Serviços de Apoio do Tribunal de Contas "apreciaram e registaram esse gesto de boa vontade e empenho".

Na terça-feira a ACTVS teve uma reunião preliminar com o presidente do Tribunal de Contas, que se comprometeu a fazer tudo o que estivesse ao seu alcance, internamente e junto do Governo, para resolver todas as situações que estão pendentes, lê-se no comunicado.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)