Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Trabalhadores do Pingo Doce manifestam-se em Alverca

Funcionários exigem melhores condições de trabalho.
8 de Julho de 2016 às 16:25
Pingo Doce
Pingo Doce FOTO: Luís Costa
Um grupo de trabalhadores da cadeia de supermercados Pingo Doce concentrou-se esta sexta-feira junto a uma das lojas, em Alverca, Vila Franca de Xira, para exigir uma resposta da administração às suas reivindicações por melhores condições de trabalho.

A ação de protesto, que juntou cerca de uma dezena de pessoas, foi convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, Escritórios e Serviços de Portugal (CESP).

Em declarações à agência Lusa, Isabel Delgado, do CESP, explicou que a manifestação se deve "à falta de resposta" por parte da administração da cadeia de supermercados Pingo Doce, pertencente ao grupo Jerónimo Martins, ao caderno reivindicativo apresentado pelo sindicato.

"O fim do banco de horas", "o fim das transferências abusivas do local de trabalho" e a "passagem a efetivos dos trabalhadores com vínculos precários" são algumas das exigências inscritas no caderno reivindicativo.

"Já solicitamos ao Ministério do Trabalho que convocasse a empresa para uma reunião. Mesmo assim, a empresa optou por não comparecer às convocatórias que foram feitas, preferindo pagar as respetivas coimas. Isso mostra a falta de respeito do Pingo Doce", apontou.

Nesse sentido, a sindicalista afirmou que os trabalhadores irão continuar a realizar ações de protesto "enquanto não houver uma resposta da empresa" e uma "atuação mais forte" do Ministério do Trabalho.

A Lusa contactou fonte do grupo Jerónimo Martins para obter um comentário, mas tal não foi possível até ao momento.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)