Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Transferência de água vai manter-se apesar da chuva

Bombeiros asseguram operação que decorre entre barragens.
Edgar Nascimento 25 de Novembro de 2017 às 10:18
Bombeiros asseguram operação que decorre entre barragens
45 camiões cisterna abastecem barragem de Fagilde
Operação ém Fagilde envolve 45 camiões-cisterna de corporações de bombeiros provenientes de oito distritos. Água é obtida em Aguieira, a 60 quilómetros de distância
Operação ém Fagilde envolve 45 camiões-cisterna de corporações de bombeiros provenientes de oito distritos. Água é obtida em Aguieira, a 60 quilómetros de distância
Fagilde
Camiões-cisterna injetam 3300 metros cúbicos de água por dia na rede
Bombeiros asseguram operação que decorre entre barragens
45 camiões cisterna abastecem barragem de Fagilde
Operação ém Fagilde envolve 45 camiões-cisterna de corporações de bombeiros provenientes de oito distritos. Água é obtida em Aguieira, a 60 quilómetros de distância
Operação ém Fagilde envolve 45 camiões-cisterna de corporações de bombeiros provenientes de oito distritos. Água é obtida em Aguieira, a 60 quilómetros de distância
Fagilde
Camiões-cisterna injetam 3300 metros cúbicos de água por dia na rede
Bombeiros asseguram operação que decorre entre barragens
45 camiões cisterna abastecem barragem de Fagilde
Operação ém Fagilde envolve 45 camiões-cisterna de corporações de bombeiros provenientes de oito distritos. Água é obtida em Aguieira, a 60 quilómetros de distância
Operação ém Fagilde envolve 45 camiões-cisterna de corporações de bombeiros provenientes de oito distritos. Água é obtida em Aguieira, a 60 quilómetros de distância
Fagilde
Camiões-cisterna injetam 3300 metros cúbicos de água por dia na rede
A transferência de água entre as barragens da Aguieira (Mortágua) e de Fagilde (Viseu) através de camiões-cisterna de corporações de bombeiros, vai manter-se apesar da chuva ter regressado.

Também o transporte de água tratada que é injetada em reservatórios vai continuar. Só esta operação custa todos os dias cerca de 30 mil euros aos cofres da autarquia de Viseu. No total, são 130 mil pessoas de Viseu, Nelas, Mangualde e Penalva do Castelo que dependem da barragem de Fagilde.

O ministro do Ambiente, João Matos Fernandes, explicou ontem que parte dos veículos usados no transporte foram desinfetados, para transportar água tratada.
barragens Viseu chuva. água
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)