Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Três casos de assédio a padre José Nuno

As três situações de alegado assédio sexual de D. Carlos Azevedo ao padre José Nuno terão acontecido nas décadas de 80 e 90 do século passado, e em 2009. A denúncia ao Núncio Apostólico foi feita em 2010.
1 de Março de 2013 às 01:00

Segundo a revista ‘Visão', a primeira situação terá ocorrido durante um acampamento do Movimento Oásis, na zona Centro do País, nos anos 80.

O contacto entre D. Carlos Azevedo e o padre José Nuno voltou a repetir-se, na década de 90, no Porto, motivando um corte de relações, que durou anos. Pelo menos até ao verão de 2009, quando os dois voltaram a trabalhar juntos para estudar a relação da Igreja com o governo de José Sócrates.

A denúncia a Rino Passigato, núncio apostólico, representante do papa em Portugal, foi feita na primavera de 2010 para, segundo a revista, evitar um escândalo na imagem da Igreja durante a visita do papa Bento XVI e por, acrescenta, D. Carlos Azevedo ser um forte candidato a patriarca.

carlos azevedo assédio padre josé nuno
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)