Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Tudo compensa quando a pequena Luana sorri

Bebé nasceu em "ano das meninas" na freguesia alentejana de Cano.
Pedro Galego 31 de Maio de 2015 às 11:34
Tânia e Rui dedicam toda a atenção à pequena Luana
Tânia e Rui dedicam toda a atenção à pequena Luana FOTO: D.R.
Luana veio dar mais alegria à vida de Tânia e Rui, residente na freguesia de Cano, na vila alentejana de Sousel. Confessam que ainda estão a adaptar-se às responsabilidades acrescidas, mas no fundo "tudo compensa quando a pequena sorri".

"Os primeiros tempos têm sido complicados. A bebé ainda não dorme muitas horas seguidas e nós também não. Mas está a ser uma experiência muito boa; a Luana é a nossa maior alegria", diz ao CM a mãe, Tânia Peças, de 29 anos, atualmente desempregada.

A bebé, Luana Isabel Peças Pita, nasceu a 21 de fevereiro, na maternidade do Hospital de Évora, com 3,160 kg. É a primeira filha de Tânia, mas para o pai, Rui Pita, é o segundo rebento. António, de 12 anos, é o irmão mais velho da pequena Luana.

"É viver de novo a experiência, com alguns anos de diferença. A prática não é a mesma", confessa o pai, trabalhador agrícola, de 37 anos, que assume não ter muito jeito para trocar fraldas, mas vai dando uma ajuda nos banhos da pequena Luana.

"Na nossa freguesia tem sido o ano das meninas. Além da Luana, os bebés que nasceram são quase todos meninas", acrescenta Tânia, a propósito das preocupações sobre a quebra da natalidade nos concelhos do interior. "Era melhor haver mais crianças, mas ainda temos alguma esperança", sublinha. O concelho de Sousel conta com sete registos de nascimentos desde o início do ano.
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)