Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

“Um milhão não tem médico de família”

Teresa Caeiro, deputada CDS-PP fala sobre a má organização e articulação do Serviço Nacional de Saúde.
21 de Maio de 2011 às 00:30
“Um milhão não tem médico de família”
“Um milhão não tem médico de família”

Correio da Manhã – Os portugueses vão a demasiadas consultas médicas como diz a ministra?

Teresa Caeiro – A afirmação feita pela ministra da Saúde demonstra a má organização e a má articulação do SNS. Quando a ministra faz essa afirmação e ainda diz que "os utentes têm o seu médico de família, podem ir a um especialista para ter uma opinião, mas devem voltar ao seu médico ", está a esquecer, de forma imperdoável, de cerca de um milhão de portugueses que não têm acesso a médico de família.

–O SNS é excessivamente generoso?

– Claro que não. Apesar da melhoria dos indicadores, a população tem razões de queixa. Raramente está em causa a qualidade técnica dos serviços prestados ou a qualificação dos profissionais. O que gera insatisfação é a falta de médico de família e a dificuldade de acesso a meios complementares de diagnóstico e terapêutica. Nos hospitais, a dificuldade maior está em aceder a consultas de especialidade e na espera para cirurgias.

– Que prioridades vê no SNS?

– É urgente assegurar a sustentabilidade de um sistema de saúde universal e de qualidade. Para isso, o CDS quer uma máxima utilização dos recursos instalados. O Estado desperdiçou e hostilizou a possibilidade de contratualizar, seja com o sector social seja com o sector privado, unidades de saúde já existentes, com serviço de qualidade reconhecido e com custo por pessoa – doente – que é inferior ou igual ao do Estado.

– Qual é o caminho para controlar despesas?

– O CDS sabe que as medidas de contenção na Saúde têm de se centrar no desperdício. Queremos generalizar a prescrição por DCI, excepto quando haja justificação técnica fundamentada para não o fazer, tal como propusemos no Parlamento mas PS e PSD recusaram. Esta reforma é cada vez mais imprescindível e permitirá a obtenção de grandes poupanças.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)