Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Um morto e 30 internados entre os 77 infetados com Covid-19 de lar de Torres Vedras

Morto trata-se de um idoso de 93 anos, "que, além de outras morbilidades, tinha um grave problema ao nível da diabetes".
Lusa 12 de Agosto de 2020 às 15:25
Coronavírus
Coronavírus FOTO: Direitos Reservados
Um idoso do Lar de Nossa Senhora da Luz, no concelho de Torres Vedras, onde se regista um foco de covid-19, morreu e 30 outras pessoas com resultados positivos mantêm-se internadas, informou esta quarta-feira a instituição.

Em comunicado, o lar, localizado em Paradas, na freguesia de A-dos-Cunhados, confirmou a morte de um dos utentes que se encontrava hospitalizado, um idoso de 93 anos, "que, além de outras morbilidades, tinha um grave problema ao nível da diabetes" e ao qual "já havia sido amputada uma perna", há cinco anos.

De acordo com a direção do lar, na sequência do foco detetado no dia 03 de agosto, há ainda "cerca de 30 pessoas hospitalizadas" por necessitarem de cuidados médicos.

O surgimento de casos de infeção levou à realização de testes aos 80 residentes, todos com mais de 80 anos, e 78 funcionários do lar, tendo sido identificados inicialmente 48 residentes e 24 trabalhadores com resultados positivos.

De acordo com boletim de situação epidemiológica do concelho de Torres Vedras, no distrito de Lisboa, até ao final do dia de terça-feira o número total de casos positivos na instituição tinha subido para 77.

As 30 pessoas internadas distribuem-se pelos hospitais de Torres Vedras, Abrantes e Santa Maria (em Lisboa).

Entre os 78 funcionários, há 24 que estão de quarentena por terem testado positivo, sendo que estão já programados novos testes para os dias 12 e 19 de agosto, segundo informações da DGS.

Para garantir que os utentes continuam a receber os cuidados necessários, a Cruz Vermelha disponibilizou dois auxiliares de ação médica de saúde para colmatar a ausência dos trabalhadores que estão doentes.

Segundo o subdiretor-geral da Saúde, Rui Portugal, o lar foi dividido em três zonas: uma onde se encontram as pessoas que testaram positivo, outra onde estão os utentes que tiveram um teste negativo, mas que terão estado eventualmente em contacto com doentes, e finalmente uma zona das pessoas negativas, mas com sintomas.

No comunicado emitido esta quarta-feira, a direção do lar afirma que "tudo tem sido feito para manter as pessoas, infetadas ou não infetadas, com as condições de apoio médico, alimentar e de higiene pessoal de que necessitam".

Segundo o boletim da situação epidemiológica no concelho de Torres Vedras foram registados, desde o início da pandemia, 320 casos positivos, dos quais 204 já recuperados. Até terça-feira havia ainda a registar seis óbitos.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 743 mil mortos e infetou mais de 20,3 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.764 pessoas das 53.223 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)