Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Única instrutora de aviação civil do Dubai é portuguesa

Sandra Lira está ao serviço da ‘Alpha Aviation Academy’ (AAA), uma escola que forma pilotos.
29 de Abril de 2018 às 12:19
Sandra Lira
Sandra Lira
Sandra Lira
Sandra Lira
Sandra Lira
Sandra Lira
Sandra Lira
Sandra Lira
Sandra Lira

A única mulher como instrutora na aviação civil do Dubai é portuguesa, e está ao serviço da ‘Alpha Aviation Academy’ (AAA), uma escola que forma pilotos.

"Sou a única mulher, e portuguesa, a dar instrução na aviação civil no Dubai e isso é fácil de aferir porque só existem três escolas neste Emirado, nomeadamente a 'Alfa Aviation Academy', onde trabalho e tenho contrato de exclusividade, a 'Fujeirah Aviation Academy' e a 'Emirates Flight Training Academy' , confirmou Sandra à Agência Lusa.

Nascida em  África do Sul [em Pietermaritzburg, na província de Kwazulu - Natal], Sandra é filha de pais madeirenses, onde viveu desde os oito anos e se formou em Matemática, disciplina que também lecionou numa escola secundária do Funchal.

Durante esse tempo, conseguiu amealhar dinheiro suficiente para partir para Lisboa, especializar-se na sua área de formação e estudar numa academia de aviação civil com o objetivo de realizar um dos seus sonhos - ser piloto de linha aérea.

Enquanto estudava para piloto na Aerocondor, deu aulas de Matemática e de Física naquela academia e lecionou também Matemática no ISEC - Instituto Superior de Educação e Ciências, na licenciatura de Ciências Aeronáuticas.

 m 2012, licenciou-se em Ciências Aeronáuticas na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias de Lisboa; entre 2014 e 2016, exerce funções como instrutora da AWA - Aeronautic Web Academy e em 2016 torna-se instrutora exclusiva na escola de aviação portuguesa G Air, acumulando funções na base do Dubai, na Emirates Aviation University.

 Em setembro de 2016 foi contratada, em exclusividade, para a "Alpha Aviation Academy", no Dubai, onde vive desde então.

 Reconhecida pela General Civil Aviation Authority (autoridade aeronáutica dos EAU), Sandra Lira ensina, na AAA, Performance (desempenho da aeronave), Procedimentos Operacionais, Aerodinâmica (princípios de voo), Massa e Centragem (cálculos de pesos), Comunicações e Matemática e Física aos seus alunos libaneses, iraquianos, árabes, americanos, turcos e indianos.

"Não tenho alunos de Portugal, é um curso muito caro. No Dubai, custa entre 120.000 a 170.000 euros, mas os alunos da AAA que o acabam entram logo para a Air Arabia e, em Portugal, ronda os 60.000 euros, mas os cadetes têm ainda de procurar emprego", explicou. 

Apesar de viver numa sociedade sofisticada, num país produtor de petróleo, desenvolvido e centrado na área dos serviços e do turismo, dos xeques e dos arranha-céus, Sandra Lira considera, porém, que a "ilha maravilha" é a sua Madeira.

"É o nosso cantinho, é onde se come as coisas que se gosta, é onde estão as pessoas que amamos, é onde brota um cheiro próprio, é onde se dizem piadas que só os madeirenses percebem e é onde há coisas que são muito nossas. Não é substituível", defendeu.

Dubai Emirado Madeira Aerocondor Portugal aviação única mulher aviação civil Dubai
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)