Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Universidades de Coimbra e Porto são destino de brasileiros

Segundo o programa Ciência sem Fronteiras, 3.376 alunos brasileiros já passaram por universidades portuguesas.
11 de Outubro de 2014 às 09:31
A Universidade de Coimbra é a instituição que mais recebe estes estudantes, com 879 alunos
A Universidade de Coimbra é a instituição que mais recebe estes estudantes, com 879 alunos FOTO: Ricardo Almeida

A Universidade de Coimbra, a Universidade do Porto e a Universidade Técnica de Lisboa são as preferidas pelos estudantes brasileiros na hora de estudar em Portugal.

Segundo o programa brasileiros Ciência sem Fronteiras - em vigor desde janeiro de 2012 - 3.376 alunos brasileiros já passaram por algum curso em universidades portuguesas, incluindo licenciaturas ou pós-graduações.

A Universidade de Coimbra é a instituição que mais recebe estes estudantes, com 879 alunos. A Universidade do Porto recebeu até o momento 635 estudantes brasileiros e a Universidade Técnica de Lisboa, outros 352.

A Universidade do Minho, do Aveiro e de Lisboa também receberam números significativos, com 352, 281 e 271 bolsistas entre janeiro de 2012 e setembro de 2014.

Número e qualidade

O programa Ciência sem Fronteiras foi lançado no quadro de uma política estratégica para o Brasil, visando aumentar o número e a qualidade de profissionais nas áreas de engenharias, ciências da saúde e tecnologias, tanto para ocupar cargos no mercado quanto para fomentar projetos de inovação no país.

O programa contempla universidades de diversos países, sendo os Estados Unidos o principal destino, com 20.737 bolsas concedidas até o momento, seguido pelo Reino Unido, com 8.897, e Canadá, com 6.347.

Portugal aparece como oitavo principal destino, após um número de pedidos elevados, que levou o governo brasileiro a suspender as inscrições em licenciaturas para as universidades portuguesas.

"Foram 30 mil inscrições para Portugal, enquanto outros [países] tinha 400. O governo brasileiro identificou que esses alunos estavam tentando fugir do segundo idioma e iniciou outro projeto, oferecendo cursos de inglês", observou à Lusa a assessoria de uma das instituições responsáveis pelo programa.

No total das bolsas para Portugal, o maior número foi para o segmento Engenharia e demais áreas tecnológicas (918), seguida de Biologia, Ciências biomédicas e da Saúde (870) e Ciências Exatas e da Terra (514).

Universidade de Coimbra Universidade do Porto bolsas brasileiros
Ver comentários