Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Uso de telemóveis pode ser cancerígeno

A agência de investigação do cancro da Organização Mundial de Saúde (OMS) admitiu esta terça-feira que o uso de telemóveis, nomeadamente telemóveis, deve ser considerado como "possivelmente cancerígeno para os seres humanos".
31 de Maio de 2011 às 19:01
telemóveis, cancro, oms, jonathan samet
telemóveis, cancro, oms, jonathan samet FOTO: d.r.

"As provas, que continuam a acumular-se, são suficientemente fortes para justificar uma classificação de nível 2b" (um dos cinco níveis que define os produtos 'possivelmente cancerígenos para os seres humanos’), afirmou o presidente daquele grupo de trabalho da OMS, Jonathan Samet. 

O responsável, falava no final de um encontro, da responsabilidade do Centro Internacional de Investigação do Cancro, que reuniu durante oito dias em Lyon, França, cerca de trinta especialistas de 14 países.  

"O grupo de trabalho definiu esta classificação com base em estudos epidemiológicos que demonstram um risco acrescido de glioma, um tipo de  tumor cerebral, associado ao uso de telefones sem fios", afirmou Jonathan Samet.  

O responsável explicou que a classificação 2b significa que "pode haver risco e que é preciso acompanhar de perto a relação entre o uso de telemóveis o risco de cancro".

telemóveis cancro oms jonathan samet
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)