Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Vacinas da Pfizer e Moderna protegem da Covid-19 até três anos

Vacinas diferentes dadas em conjunto dão mais imunidade.
Francisca Genésio 29 de Junho de 2021 às 08:53
Toma de uma dose da AstraZeneca e outra da Pfizer pode ser benéfico
Toma de uma dose da AstraZeneca e outra da Pfizer pode ser benéfico FOTO: ANTÓNIO COTRIM/lusa
As vacinas contra a Covid-19 desenvolvidas com a nova tecnologia de mRNA mensageiro, produzidas pelas farmacêuticas Moderna e Pfizer/BioNTech, previnem casos graves da doença e a imunidade, gerada pelos fármacos, pode durar até três anos, segundo um estudo de um Grupo de Trabalho Científico do Governo Suíço.

A investigação concluiu que estas vacinas criam uma resposta de anticorpos duas a quatro vezes maior do que a verificada em recuperados da doença, o que significa uma proteção mais duradoura. Um outro estudo, levado a cabo pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, defende que tomar uma vacina da AstraZeneca e outra da Pfizer, com um mês de intervalo, provoca uma resposta imunitária robusta. A ordem da toma das doses é determinante: administrar primeiro a AstraZeneca e depois a Pfizer melhora significativamente a resposta imunitária.

Esta segunda-feira, a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, revelou que as autoridades “detetaram a oferta e venda de vacinas contrafeitas”.
Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários