Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Vestígios de álcool encontrados na Coca-Cola e Pepsi

Vestígios de álcool foram descobertos na Coca-Cola e na Pepsi, resultado de um estudo da revista francesa ‘60 Millions de Consommateurs’, que analisou 19 marcas de refrigerantes.
5 de Julho de 2012 às 13:00
Também foram encontrados indícios de canela, noz-moscada e citrinos, que podem causar alergias.
Também foram encontrados indícios de canela, noz-moscada e citrinos, que podem causar alergias. FOTO: dr

Além de vestígios de álcool, também foram encontrados indícios de canela, noz-moscada e citrinos, que podem causar alergias. A análise, processada pelo Instituto Nacional de Consumo em Paris, detectou ainda ácido fosfórico e edulcorante E150d (caramelo de sulfito amónico).

Segundo informa esta quinta-feira o jornal i, apesar de a quantidade de álcool encontrada ser diminuta – menos de 10 mg de etanol por litro –, pode causar problemas em alguns consumidores habituais, como crianças, adolescentes, condutores que consomem a bebida por conter cafeína e ainda praticantes de religiões que proíbem o álcool.

Os fabricantes já haviam confirmado que os seus refrigerantes continham originalmente álcool na sua composição e os vestígios encontrados podem advir da fermentação de fruta natural das suas receitas.

Já o E150d, que vem anunciado nas latas e nas garrafas, foi banido da fórmula dos refrigerantes comercializados nos EUA, por ser considerado perigoso para a saúde, mas continua a integrar as bebidas vendidas na Europa.

Em Portugal, este aditivo já foi classificado pela associação de defesa do consumidor (DECO) como duvidoso e susceptível de provocar reacções alérgicas ou hipersensibilidade.

Coca-cola Pepsi álcool
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)