Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Vinte e sete restaurantes recebem distinção do Guia Michelin

Casa de Chá da Boa Nova do chef Rui Paula foi o grande eleito português na gala do Guia Michelin 2020.
Vanessa Fidalgo 22 de Novembro de 2019 às 01:30
FiftySeconds by Martín Berasategui em Lisboa
Chef Filipe Carvalho
Restaurante Mesa de Lemos em Viseu
Chef Diogo Rocha
Restaurante Epur em Lisboa
Chef Vincent Farges
Restaurante Vistas em Vila Nova de Cacela
Chef Rui Silvestre
FiftySeconds by Martín Berasategui em Lisboa
Chef Filipe Carvalho
Restaurante Mesa de Lemos em Viseu
Chef Diogo Rocha
Restaurante Epur em Lisboa
Chef Vincent Farges
Restaurante Vistas em Vila Nova de Cacela
Chef Rui Silvestre
FiftySeconds by Martín Berasategui em Lisboa
Chef Filipe Carvalho
Restaurante Mesa de Lemos em Viseu
Chef Diogo Rocha
Restaurante Epur em Lisboa
Chef Vincent Farges
Restaurante Vistas em Vila Nova de Cacela
Chef Rui Silvestre
O restaurante Casa de Chá da Boa Nova do chef Rui Paula, situado em Leça da Palmeira, ganhou quarta-feira a segunda estrela do Guia Michelin Espanha e Portugal 2020. A gala, que decorreu em Sevilha, atribuiu a primeira estrela a quatro estabelecimentos portugueses mas retirou-a a três.

Emocionado, o chef português subiu ao palco do Teatro Lope de Vega, durante a gala de apresentação do Guia Michelin, e aproveitou para agradecer à sua equipa: "Sou muito feliz por viver num país como Portugal e por ter um restaurante à beira-mar", afirmou Rui Paula, elogiando o peixe e marisco da costa portuguesa.

Os juízes consideraram que Rui Paula "joga com a memória, as técnicas mais atuais e a cozinha de proximidade para dar aos seus pratos o autêntico sabor do Atlântico".

Já os restaurantes Epur (Lisboa, chef Vincent Farges), Fifty Seconds by Martín Berasategui (Lisboa, chef Filipe Carvalho), Mesa de Lemos (Viseu, chef Diogo Rocha) e Vistas (Vila Nova de Cacela, chef Rui Silvestre) são as novidades deste ano, tendo conquistado uma estrela.

"Aconteceu aquilo por que lutamos há muito tempo. Ganhámos e agora temos a responsabilidade de manter e aumentar o nível da nossa cozinha e do nosso restaurante. É o resultado do trabalho de uma equipa e de um tipo de gastronomia que potencia o que de melhor a região de Viseu tem para oferecer", disse esta quinta-feira ao CM Diogo Rocha, chef do restaurante Mesa de Lemos, de Viseu.

Por outro lado, três restaurantes portugueses perdem em 2020 a estrela que detinham: L'And Vineyards, Willie's e Henrique Leis.

O 'guia vermelho', equiparado aos Óscares da gastronomia, continua a não atribuir nenhuma classificação máxima a Portugal, ou seja, as tão ambicionadas três estrelas. Mas, no total, Portugal sobe para sete o número de restaurantes com duas estrelas e mantém 20 estabelecimentos com uma estrela.

Na edição do próximo ano, há seis novos restaurantes portugueses com a categoria 'Bib Gourmand' (boa relação qualidade/preço): Casa Chef Victor Felisberto (Abrantes), Solar do Bacalhau (Coimbra), La Babachris (Guimarães), Saraiva's (Lisboa), In Diferente (Porto) e Ó Balcão (Santarém).
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)