Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Violência contra crianças aumenta 170%

Maioria dos casos ocorreu no seio da família do menor. Veja o número da linha de apoio à vítima no final da notícia.
29 de Maio de 2013 às 19:19
Maus-tratos
Maus-tratos FOTO: Getty Images

Em 2012, foram registados pela Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) 2177 casos de violência contra crianças e jovens (até aos 17 anos). Destes, 206 correspondem a crimes sexuais, 857 a maus-tratos físicos e psíquicos, 49 homicídios tentados e 2 consumados - e estes são apenas os crimes mais pesados.

Entre 2000 e 2012, a APAV registou um total de 8274 processos, que se traduziram num total de 13438 factos criminosos. Segundo a associação, neste 12 anos verificou-se um aumento processual de 167,2% (mais 555 casos de apoio).

"É difícil explicar este aumento tão significativo de pedidos de ajuda que chegam à nossa associação", afirma ao CM Helena Sampaio, Coordenadora Pedagógica da APAV. No entanto, a responsável considera que os números podem ser explicados com o facto de haver menos preconceito e menos vergonha em pedir ajuda. Mas também se devem à maior visibilidade dos serviços de apoio existentes no País.

Em 2012, registaram-se 1891 casos de violência doméstica contra crianças 

O crime de violência doméstica é o que mais assombra a vida das crianças e jovens, tendo chegado à APAV a denúncia de 1891 casos. No ano 2000 este número era de 245. "A maior parte da violência contra os menores continua a surgir dentro do contexto familiar. Um fenómeno mais recente é a violência nos namoros, que é uma situação preocupante que se tem vindo a acentuar, e também estes casos contribuíram em muito para o aumento de casos de violência doméstica sobre os jovens", explicou a coordenadora Pedagógica da APAV.

Maioria dos casos de violência contra crianças não é denunciada

A realidade transmitida pela APAV parece ser apenas uma pequena fatia daquilo que representa o universo da violência e dos crimes cometidos contra jovens e crianças, já que ainda são muitos os casos que não chegam às instituições, segundo explica também Helena Sampaio: "Infelizmente a realidade é ainda muito superior a estes números, há muitos casos que ficam no silêncio pelos mais variados condicionalismos".

É por esta razão que a APAV vai realizar, no âmbito do Dia da Criança, uma campanha de sensibilização: Para dar visibilidade ao sofrimento das crianças vítimas de violência. Mas também para alertar para a necessidade de toda a sociedade estar atenta a casos de crianças maltratadas e de denunciar estas situações, já que na grande maioria dos casos não são os próprios a pedir ajuda, mas sim familiares, vizinhos, profissionais de saúde ou de segurança.

Gráfico com os crimes de violência mais pesada contra jovens e menores

ANO

2000

2001

2002

2003

2004

2005

2006

2007

2008

2009

2010

2011

2012

Maus tratos físicos e psíquicos

147

352

623

586

559

427

488

516

653

656

555

639

857

Crimes sexuais

102

125

157

174

123

100

107

75

88

70

64

90

206

Homicídio tentado

 

 

 

 

 

 

 

 

1

1

 

 

49

Homicídio consumado

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2

1

2

 

 

Linha de apoio da APAV: 707 20 00 77

crianças apav violência maus tratos jovens crimes homicídio violações
Ver comentários