Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Visita do Papa obriga a repor fronteiras

SEF vai vigiar nove entradas terrestres.
Cláudia Machado 5 de Abril de 2017 às 08:56
Papa Francisco
Papa Francisco FOTO: EPA
Entre as 00h00 do dia 10 de maio e as 00h00 do dia 14 é reposto o controlo documental de pessoas nas fronteiras devido à visita do Papa Francisco a Fátima, numa missão que será da responsabilidade do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

A resolução do Conselho de Ministros, publicada ontem em Diário da República, estabelece nove "pontos de passagem autorizados na fronteira terrestre".

De Valença a Vila Real de Santo António, o SEF repõe este controlo, de forma temporária, "por razões de segurança interna e ordem pública".

Com as previsões a apontarem para mais de 600 mil peregrinos no Santuário durante as cerimónias presididas pelo Papa, a 12 e 13 de maio, "o enorme afluxo de pessoas esperado e contexto atual de ameaça" levaram o Governo a recorrer à medida de exceção previsto pelas diretrizes europeias.

O controlo destina-se a evitar a entrada no País de "cidadãos ou grupos cujos comportamentos" possam comprometer a segurança do evento. Francisco chega dia 12, às 16h20, a Monte Real, de onde parte às 15h00 do dia 13.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)