Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Quatro famílias vivem sem luz em Lisboa

Casas ficam no Parque Florestal de Monsanto.
Bernardo Esteves 21 de Setembro de 2015 às 14:14
O problema afeta sete pessoas entre os oito e os 85 anos
O problema afeta sete pessoas entre os oito e os 85 anos FOTO: João Santos
Quatro famílias vivem sem eletricidade no Parque Florestal de Monsanto, em Lisboa, em casas que pertenciam ao Clube Português de Tiro a Chumbo. São antigos funcionários do clube e familiares – sete pessoas no total, entre as quais dois idosos e uma criança de oito anos.

"Como funcionários, o salário era baixo e tínhamos direito a casa, água e luz. Quando o clube deixou de funcionar, em 2010, passámos a ter eletricidade três horas por dia, fornecida pelo restaurante, que continuou a funcionar. Mas roubaram a cablagem e desde abril nem isso temos", conta Carlos Francisco, de 60 anos.

Estão disponíveis para pagar a luz e pedem a reposição das ligações. "Em julho de 2014, o vereador Sá Fernandes prometeu uma solução", diz Carlos Francisco. Ao CM, a autarquia disse estar "à procura de solução para um problema que herdou".

"Não conseguimos aquecer a casa, nem usar o frigorífico", lamenta Isabel Correia, de 85 anos. Alguns moradores usam um gerador para ter luz, mas o combustível sai muito caro.
Parque Florestal de Monsanto Lisboa Clube Português de Tiro a Chumbo Sá Fernandes energia eletricidade
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)