Fernando Marinho Patrick Teixeira GNR incendiários fogo incêndio Ministério Público