Barra Cofina

Correio da Manhã

Tecnologia
3

5G em demonstração real pela primeira vez em Portugal

NOS fez esta terça-feira o primeiro teste real de controlo remoto de veículos no nosso país.
Pedro Rodrigues Santos 22 de Maio de 2019 às 08:55
Manuel Ramalho Eanes e Luís Santo, da NOS, responsável do programa 5G, estrearam o primeiro teste real da tecnologia
Manuel Ramalho Eanes, da NOS, responsável do programa 5G, estrearam o primeiro teste real da tecnologia
Manuel Ramalho Eanes, da NOS, responsável do programa 5G, estrearam o primeiro teste real da tecnologia
Manuel Ramalho Eanes e Luís Santo, da NOS, responsável do programa 5G, estrearam o primeiro teste real da tecnologia
Manuel Ramalho Eanes, da NOS, responsável do programa 5G, estrearam o primeiro teste real da tecnologia
Manuel Ramalho Eanes, da NOS, responsável do programa 5G, estrearam o primeiro teste real da tecnologia
Manuel Ramalho Eanes e Luís Santo, da NOS, responsável do programa 5G, estrearam o primeiro teste real da tecnologia
Manuel Ramalho Eanes, da NOS, responsável do programa 5G, estrearam o primeiro teste real da tecnologia
Manuel Ramalho Eanes, da NOS, responsável do programa 5G, estrearam o primeiro teste real da tecnologia
Não há ainda uma data definida pela Anacom para a calendarização e atribuição das licenças 5G, mas as operadoras estão já a avançar com testes reais sobre as potencialidades da rede de nova geração.

Foi o que esta terça-feira sucedeu no primeiro dia da Portugal Smart Cities Summit, que decorre na Feira Internacional de Lisboa até quinta-feira.

"O 5G vai ser uma tecnologia relevante para a vida das pessoas em geral", explicou ao CM Manuel Ramalho Eanes, administrador da NOS. "Nesse sentido, temos testado soluções concretas de aplicação da tecnologia a determinadas realidades empresariais e institucionais."

Em parceria com a Huawei, a NOS realizou, pela primeira vez no nosso país, uma demonstração em tempo real, materializada no comando à distância, por realidade virtual, de veículos em situações de emergência.

Para o executivo da empresa tecnológica, "este será um caminho relevante para as cidades inteligentes".

Já para Luís Santo, responsável pelo programa 5G da NOS, a demonstração revela as vantagens a nível da velocidade de resposta, para interagir com máquinas e robôs em situação de emergência.

Certo é que o furacão de sanções de que a Huawei está a ser alvo por parte dos EUA, por suspeitas de espionagem, não irá afetar a parceria tecnológica que a NOS mantém com a multinacional chinesa.

"Não detetámos qualquer brecha de segurança nos testes que regularmente fazemos", sublinhou Luís Santo.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)