Amazon deixa de usar programa de recrutamento 'machista'

Sistema de inteligência artificial não selecionava mulheres para cargos técnicos.
12.10.18
  • partilhe
  • 0
  • +

A Amazon encerrou um projeto de inteligência artificial para recrutamento de pessoas porque o algoritmo discriminava mulheres. O programa desenvolvido pela empresa aprendeu a preferir candidatos homens para cargos relacionados à tecnologia e penalizava currículos que incluía a palavra "mulheres" como em "capitã do clube de xadrez de mulheres".

Os programas de computador para classificação de candidatos estavam a ser desenvolvidos desde 2014 para analisar aplicações a vagas de trabalho, afirmam cinco pessoas próximas ao projeto à agência de notícias Reuters.

Em 2015, a Amazon teria percebido que o sistema não era neutro em relação a género quando classificava os melhores candidatos.

O grupo de trabalho criou 500 modelos de computador focados em funções específicas e ensinou o sistema de inteligência artificial a reconhecer 50 mil termos. O algoritmo, por exemplo, foi ensinado a não valorizar habilidades comuns a candidatos de tecnologia, como programar em vários códigos.

No entanto, o robô aprendeu também a favorecer candidatos que utilizavam termos mais encontrados nas aplicações de engenheiros homens, como "executado" e "capturado".

A programação de inteligência artificial foi desenvolvida a partir da análise dos currículos submetidos nos últimos 10 anos e a maioria deles vinha de homens, o que ensinou algoritmo a preterir mulheres.

O projeto teria sido encerrado no início de 2017 porque os executivos perderam a esperança de que o programa pudesse ser corrigido, segundo avançam as fontes da companhia à Reuters.

A empresa não quis comentar os problemas da tecnologia e afirmou que a ferramenta "nunca foi usada por recrutadores da Amazon para avaliar os candidatos". No entanto, os representantes não negaram que as recomendações geradas pelo robô foram consultadas pelos recrutadores.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!