Barra Cofina

Correio da Manhã

Tecnologia
3

Chegada à Lua há 39 anos

É um passo pequeno para o homem, mas um salto gigante para a Humanidade", afirmou Neil Armstrong, a 20 de Julho de 1969, enquanto descia do módulo lunar ‘Eagle’ para a superfície da Lua, tornando-se no primeiro homem a pisar o satélite natural da Terra. Há 39 anos, o sucesso da missão Apollo 11 representou o ponto mais alto da exploração espacial, numa vitória histórica dos Estados Unidos sobre a União Soviética.
20 de Julho de 2008 às 00:30
Michael Collins não chegou a pisar a superfície lunar – mas foi ele quem pilotou o módulo de comando
Michael Collins não chegou a pisar a superfície lunar – mas foi ele quem pilotou o módulo de comando FOTO: D.R.

Neil Armstrong e Edwin Aldrin são, ainda hoje, as principais figuras desta epopeia, que não seria possível sem a destreza do terceiro astronauta, Michael Collins, piloto do Módulo de Comando e Serviço. 'É a nave principal de toda a missão. Manteve-se em órbita enquanto Armstrong e Aldrin permaneceram na Lua. Collinsé um membro imprescindível, pois sem ele nada seria feito', afirma José Matos, astrónomo português, para quem o astronauta foi a garantia de que tudo corria como previsto: 'Os três funcionaram como uma equipa, mas foi a destreza de Collins, enquanto piloto, que permitiu concluir com sucesso a viagem de ida e volta. As manobras de atracagem do módulo lunar e depois a entrada na atmosfera terrestre tinham de ser executadas ao milímetro para serem bem sucedidas.'

Além da importância política da missão – até então, a URSS dominava a corrida espacial, após colocar o primeirosatélite, Sputnik, o primeiro animal, a cadela Laika (ambos em 1957), e o primeiro homem, Yuri Gagarin (1961), no espaço – a Apollo 11 deu início a uma vaga de conhecimento da Lua. 'Era a oportunidade de ter dois homens a explorar e a ver com os próprios olhos o solo da Lua.'

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)