Barra Cofina

Correio da Manhã

Tecnologia
8

Proteja as suas fotos íntimas na Internet

Saiba como manter realmente privadas as imagens que só devem ser partilhadas com a sua cara-metade.
J.F. 3 de Setembro de 2014 às 21:15
Jennifer Lawrence é uma das celebridades afetadas.

A Internet ‘explodiu’ nas últimas 72 horas com a divulgação das imagens e vídeos de dezenas de atrizes, modelos e atletas nuas, ou seminuas, sem a autorização das mesmas. Apesar de ainda não ser conhecida a forma como tudo aconteceu, uma coisa é certa: os ficheiros privados que estas mulheres pensavam estar em segurança estão agora acessíveis a toda a gente, através de um clique.

Saiba, por isso, como manter privados, no seu computador, os ficheiros que guardam momentos da sua intimidade.

A REGRA DE OURO QUE NINGUÉM QUER CUMPRIR

Só quem tira fotografias do seu corpo nu é que corre o risco de dias, semanas, meses ou até mesmo anos depois ver-se a si mesmo em algum site de cariz pornográfico. No entanto, fotografar ou filmar um momento íntimo com a nossa cara-metade, para mais tarde recordar e até dar origem a novas brincadeiras, é algo que seduz muita gente. Aqui ficam alguns conselhos úteis para não ficar receoso de ver estes conteúdos serem partilhados na Internet sem o seu consentimento.

NÃO PARTILHE IMAGENS SUAS NU NA INTERNET

É a regra mais básica deste tutorial, mas demasiada vezes é ignorada. Não use o smartphone para tirar uma selfie sem roupa, em frente a um espelho, que ficará junto das restantes imagens do dia-a-dia e prestes a entrar no Instagram, Facebook e Twitter ao mesmo tempo a partir de um botão. E mesmo usando o Snapchat, serviço que permite enviar imagens que, supostamente, se autoeliminam ao fim de 1 a 10 segundos, há formas de recuperar essas imagens.

Se quiser tirar fotos íntimas, com qualidade e segurança, use uma câmara fotográfica. Não consegue enviar nada por engano da máquina para a Internet. Ou então torne-se no Leonardo DiCaprio, em ‘Titanic’, e dê azo à criatividade com lápis e papel. É 100% impossível partilhar por engano um desenho em papel na Internet.

Mas nem Jennifer Lawrence, nem Brie Larson, nem Kate Upton partilharam as suas imagens. Por isso, o melhor que tem a fazer às suas selfies nuas é mantê-las no computador, não em nenhum site, e encriptar esses ficheiros. Guarde as fotografias de forma a que seja o único a ter acesso a elas, através de uma palavra-chave que permita descodificar o código. Softwares como o AxCrypt ou o BitLocker permitem fazer isso facilmente.

MAS SE TIVER DE GUARDAR FOTOS ÍNTIMAS NA INTERNET…

…Pense mesmo duas vezes antes de o fazer. Há alguma razão para guardar fotos íntimas na ‘Cloud’? Se acredita que sim, então ative a funcionalidade da verificação a dois passos. Aliás, nem faça isso só para imagens íntimas ou documentos importantes, faça para tudo. Este sistema faz com que só seja possível aceder ao ficheiro ao introduzir uma segunda password, processo que anula os sistemas automáticos que correm bases de dados das potenciais vítimas.

E depois, claro, encripte os ficheiros. Se carregar para a Cloud as imagens encriptadas, ainda mais difícil será serem alvo de roubo cibernético. Neste caso pode usar o serviço gratuito Boxcryptor, que protege os ficheiros desta forma enquanto os guarda na Dropbox ou na iCloud.

APAGAR IMAGENS PODE NÃO SER DEFINITIVO

Sabe quem é que também usou a opção de ‘Apagar’ no iPhone? A atriz Mary Elizabeth Winstead, ou ‘Ramona’ em ‘Scott Pilgrim contra o Mundo’, uma das vítimas deste leak de imagens roubadas de celebridades. As imagens que ela tirou com o marido são de 2012 e, apesar de entretanto terem sido eliminadas, cá estão elas, dois anos depois. Porquê?

A não-tão-conveniente opção de enviar imagens automáticas para a iCloud, a partir da aplicação do Instagram, pode ser muito boa para ter os ficheiros de reserva que apagar por engano. Mas isso cria automaticamente cópias do mesmo ficheiro na conta do Instagram, no smartphone, na Cloud e em todos os dispositivos configurados para essa opção e obriga a que seja eliminado manualmente em cada um deles. Por isso apagar o original não é sinónimo de apagar tudo o que existe.


segurança Internet imagens segurança Jennifer Lawrence Leonardo DiCaprio Facebook Kate Upton
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)