Barra Cofina

Correio da Manhã

Tecnologia
3

Descoberta do grafeno vale Nobel da Física

O Nobel da Física foi esta terça-feira atribuído aos investigadores André Geim e Konstantin Novoselov, da Universidade de Manchester (Reino Unido), anunciou em Estocolmo o comité do Prémio Nobel.
5 de Outubro de 2010 às 11:26
André Geim é um dos dois vencedores
André Geim é um dos dois vencedores FOTO: D.R.

Os investigadores foram responsáveis pela descoberta do grafeno, a forma bidimensional do carbono.   

O grafeno foi descoberto no final de 2004, no centro de Nanotecnologia da Universidade de Manchester, e tem a espessura de apenas um átomo.  

Três físicos portugueses João Lopes dos Santos, Nuno Peres e Eduardo Castro publicaram trabalhos científicos com os investigadores de origem russa André Geim e Konstantin Novoselov.

Os trabalhos feitos em conjunto pelos três físicos portugueses e por André Geim e Konstantin Novoselov estão referidos num comunicado da academia sueca sobre o prémio. 

O físico da Universidade de Coimbra, Carlos Fiolhais congratulou-se com a entrega do prémio aos dois investigadores, algo que considerou "não ser muito normal no Nobel" dado que descoberta é muito recente e ressalvou os trabalhos que ambos fizeram com investigadores portugueses. "É fantástico para o nosso país haver portugueses a fazerem trabalhos com físicos reconhecidos e isso ser referenciado no comunicado da Academia", disse à agência Lusa.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)