Barra Cofina

Correio da Manhã

Tecnologia
8

Descoberto cetáceo mais enigmático do Mundo

Inicialmente, o cadáver de cetáceo encontrado em Dezembro de 2010 numa praia neozelandesa, a de Opapo, foi considerado como um exemplar da espécie ‘Mesoplofon Grayi’, a também chamada de baleia-bicuda-de-gray (que se encontram nas águas frias do Hemisfério Sul), mas análises agora realizadas por novos cientistas concluem que se trata de um ser vivo muito mais raro.
5 de Novembro de 2012 às 21:51
Nunca se tinha encontrado um exemplar inteiro de ‘Mesoplodon Traversii’ no Pacífico Sul
Nunca se tinha encontrado um exemplar inteiro de ‘Mesoplodon Traversii’ no Pacífico Sul FOTO: d.r.

Depois de analisar o ADN do animal de 5,3 metros de comprimento, bem como da sua cria de 3,5 metros, uma equipa da Universidade de Auckland concluiu que se trata de um dos seres marinhos mais enigmáticos e raros do Mundo, o ‘Mesoplodon Traversii’, uma subespécie de baleia-bicuda.

A descoberta foi celebrada na Nova Zelândia e faz a capa de Novembro da publicação especializada ‘Current Biology’, dado que nunca se tinha encontrado um exemplar inteiro no Pacífico Sul.

Na verdade, a primeira vez que pedaços deste animal foram detectados foi em 1872, nas Chatham Islands, e, desde aí, muito poucos foram avistados. Mais: chegou a pensar-se que o ‘Mesoplodon Traversii’ estava extinto, dado que só ossadas testemunhavam a sua existência nas últimas décadas.

Ao ‘El Mundo’, o investigador Rochelle Constantine lamentou o erro inicial na catalogação do cetáceo – que tem dentes e se assemelha a um golfinho – e por “não se terem realizado necropsias aos exemplares detectados”. 

De acordo com o mesmo especialista, anualmente, são avistados centenas de animais nas águas da Nova Zelândia e, em arquivo, estão tecidos de 35 espécies de cetáceos.

cetáceos baleias baleia-bicuda golfinho nova zelândia mar oceano pacífico
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)