Barra Cofina

Correio da Manhã

Tecnologia

Dia da net: Os reis Kony, Psy e Felix

Estes foram três dos acontecimentos cibernéticos que marcaram a Internet em 2012. Mas a história da rede global é composta por muitos outros feitos. Veja alguns dos exemplos daquilo que a Internet é capaz de fazer no Dia da Internet.
17 de Maio de 2013 às 10:00
Internet, Dia Internacional, 17 de maio, Kony, Uganda, Psy, Coreia do Sul, Gangnam, Felix Baumgartner, Chris Hardfield, astronauta, Estação Espacial Internacional, YouTube, Star Wars, Arctic Monkeys, MySpace, Serpentes a Bordo, Ok Go, Here It Comes Again, Mia Rose, Amy Free, Cientologia, 4chan, Tom Cruise, Facebook, Antoine Dodson, Rebecca Black, Friday
Internet, Dia Internacional, 17 de maio, Kony, Uganda, Psy, Coreia do Sul, Gangnam, Felix Baumgartner, Chris Hardfield, astronauta, Estação Espacial Internacional, YouTube, Star Wars, Arctic Monkeys, MySpace, Serpentes a Bordo, Ok Go, Here It Comes Again, Mia Rose, Amy Free, Cientologia, 4chan, Tom Cruise, Facebook, Antoine Dodson, Rebecca Black, Friday

Celebra-se hoje o Dia Internacional das Telecomunicações e da Sociedade de Informação, também conhecido como o Dia da Internet. Instaurado em 1973, o principal objectivo desta data é chamar a atenção para as alterações na sociedade trazidas pela Internet e pelas novas tecnologias.

O ano passado foi um ótimo exemplo do impacto que a Internet é capaz de ter em todo o mundo e de alterar mentalidades. Mesmo que seja apenas durante curtos períodos de tempo, a sua influência é inegável. Veja os vídeos no fim do artigo.

Em fevereiro de 2012, milhões de pessoas atrás de um computador transformaram-se em ativistas fervorosos contra um criminoso de guerra escondido na selva do Uganda. As buscas das autoridades norte-americanas e ugandesas pararam em abril deste ano.

O sul-coreano Psy saltou para a ribalta com a sua ode à cidade de Gangnam, que angariou milhões de fãs de todo o mundo para o género musical k-pop.

Quem também saltou, literalmente, para o estrelato foi Felix Baumgartner. O austríaco saltou da estratosfera do planeta Terra, quebrando a barreira do som, e foi o prenúncio do fenómeno que lhe sucedeu em 2013.

Este ano, o astronauta canadiano Chris Hadfield captou as atenções de grande parte da Internet. Em dezembro, chegou à Estação Espacial Internacional para a comandar durante cinco meses e, até ao passado dia 13, foi partilhando regularmente vídeos da rotina de um astronauta em gravidade zero e imagens fantásticas do nosso planeta.

A julgar pelos comentários e reacções aos vídeos, Hadfield foi a melhor coisa que pôde acontecer para angariar novos seguidores para o programa de exploração espacial.

VEJA, OU REVEJA, OUTROS CASOS VIRAIS DOS ÚLTIMOS DEZ ANOS

2003 – O MIÚDO STAR WARS

Ainda antes de haver YouTube, já havia vídeos virais. Um jovem de 14 anos, de nome Ghyslain Raza, teve os seus 15 megabytes de fama quando a Internet conheceu o seu vídeo, onde rodopia e finge lutar com um sabre de luz típico da saga Star Wars

2004 – DO NORTE DE INGLATERRA PARA A FAMA MUNDIAL

Os jovens que iniciaram uma banda a que chamaram Arctic Monkeys, começaram a ganhar fama mundial sem saber muito bem como. Em concertos locais, os músicos adolescentes distribuíam os seus EP’s livremente por amigos e fãs que, por sua vez, colocavam a música no MySpace. No ano seguinte a banda gravaria o seu primeiro álbum.

2005 – SERPENTES A BORDO

O filme cuja premissa genial é a de Samuel L. Jackson a lidar com cobras à solta num avião durante o voo só estreou em 2006, mas um ano antes já colhia apoio em fóruns, blogues e todo o tipo de sites que mudavam a premissa para ‘Gatos a Bordo’ ou ‘Serpentes que Perderam o Avião’

2006 – AS PASSADEIRAS DA NET

Verdade seja dita: os videoclips dos ‘Ok Go’ sempre foram melhores que a música. Mas todo o sucesso que têm é inteiramente merecido e, para isso, muito contribuiu o vídeo da música ‘Here It Comes Again’, brilhantemente coreografado em cima de passadeiras rolantes que conta com mais de 17 milhões de visualizações

2007 – MIA ROSE E ANA FREE

As jovens portuguesas criaram os seus canais no YouTube onde partilhavam os seus dotes musicais e, tal como aconteceu com Arctic Monkeys, sem gastar dinheiro em publicidade e apenas com a partilha de vídeos, ganharam notoriedade que lhes permitiu lançar a sua carreira.

2008 – ATAQUE À CIENTOLOGIA

O site 4chan, que tem a fama de já ter sido um dos sítios mais ‘negros’ da Internet, iniciou em janeiro deste ano uma campanha massiva online contra a Cientologia, religião promovida por algumas celebridades de Hollywood onde se destaca Tom Cruise, e os seus membros.

2009 – O REINADO DO FACEBOOK

Apesar de ter sido criado vários anos antes, foi em 2009 que a maior rede social do mundo alcançou o primeiro lugar do pódio. A partir daí, a Internet nunca mais foi a mesma, tal como a nossa forma de comunicar.

2010 – O VIOLADOR E O AUTO-TUNE

Uma reportagem sobre uma tentativa de violação nos Estados Unidos deu à Internet um dos seus maiores motivos de risos desse ano. Antoine Dodson, irmão da vítima, viu as suas declarações passarem a música num vídeo já visto por mais de 100 milhões de pessoas.

2011 – A SEXTA-FEIRA DE REBECCA BLACK

A adolescente Rebecca não sabia que estava prestes a tornar-se na mais odiada ‘artista’ quando gravou a sua primeira música, intitulada ‘Friday’. O primeiro vídeo disponibilizado foi apagado, mas o oficial conta hoje com 52 milhões de visualizações.

Ver comentários