Barra Cofina

Correio da Manhã

Tecnologia
6

Foi a agricultura que mudou o clima

Os cientistas encontraram novas provas físicas no gelo antárctico que, combinadas com simulações informáticas sobre o clima, sugerem que o ser humano não começou a modificar o clima a partir da Revolução Industrial, mas muito antes, há oito mil anos, com o início da agricultura em larga escala.
17 de Janeiro de 2009 às 00:30
Gases do efeito de estufa da agricultura protegeram-nos
Gases do efeito de estufa da agricultura protegeram-nos FOTO: direitos reservados

A plantação massiva de arrozais na Ásia e a deflorestação extensiva na Europa geraram metano e dióxido de carbono em quantidades suficientes para provocar um aquecimento do Planeta, o que tem impedido, inclusivamente, uma nova era glacial, ao alterar o ritmo cronológico de arrefecimento periódico do Planeta e a possibilidade de vivermos num outro muito menos frio.

Uma atmosfera mais quente aqueceu também os oceanos, fazendo com que fossem muito menos eficientes para armazenar o dióxido de carbono, o que por sua vez induziu o aquecimento global.

Ninguém duvida do efeito da era industrial nas mudanças, mas os arquivos climáticos até 850 mil anos encontrados no gelo subterrâneo da Antárctida (gases de efeito de estufa em forma de ar fossilizado) provam que o processo começou muito antes da chegada da industrialização.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)