Barra Cofina

Correio da Manhã

Tecnologia
5

Google paga a funcionários mesmo depois da morte

O gigante tecnológico Google é famoso por tratar os seus funcionários com grande apreço, apostando em todos os detalhes de comodidade, segurança e conforto.
10 de Agosto de 2012 às 19:11
Filhos de um empregado falecido têm ainda direito a mil dólares mensais (810 euros) até cumprirem 19 anos ou 23 se forem estudantes a tempo inteiro
Filhos de um empregado falecido têm ainda direito a mil dólares mensais (810 euros) até cumprirem 19 anos ou 23 se forem estudantes a tempo inteiro FOTO: Cátia Barbosa/Jornal de Negócios

Segundo a revista ‘Forbes’, os funcionários da empresa até recebem benefícios depois da sua morte: ou seja, durante uma década, o cônjuge do falecido(a) recebe metade do seu salário.

Mais: os filhos de um empregado falecido têm ainda direito a mil dólares mensais (810 euros) até cumprirem 19 anos ou 23 se forem estudantes a tempo inteiro.

“Pode parecer ridículo, mas anunciamos benefícios póstumos no Google”, explicou o director de recursos humanos da multinacional, Laszlo Bock.

Para ter direito a este benefício, não é preciso ter idade elevada e, segundo a mesma fonte, grande parte dos 34 mil trabalhadores do Google estão englobados.

google. salários benefícios recursos humanos tecnologia morte emprego
Ver comentários