Barra Cofina

Correio da Manhã

Tecnologia
1

Leopardo de Amur ameaçado

Vive nas poucas zonas naturais intactas do Leste da Rússia e, segundo estudos da World Wildlife Fund (WWF), é a espécie de felinos mais ameaçada do Mundo. Trata-se do leopardo de Amur e só restam cerca de 25 exemplares a viver em estado selvagem.
21 de Abril de 2007 às 00:00
Restam cerca de 25 exemplares da espécie a viver em liberdade
Restam cerca de 25 exemplares da espécie a viver em liberdade
Os biólogos indicam que para a manutenção saudável da espécie serão necessários pelo menos cem e cada um precisa de aproximadamente 500 quilómetros quadrados de território.
Os técnicos da WWF dizem que o abate descontrolado das florestas, a construção de estradas, as alterações climáticas e a caça clandestina são as principais razões para a espécie estar à beira da extinção.
Estes leopardos terão desaparecido da península da Coreia e do Leste da China com a expansão das comunidades humanas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)