Barra Cofina

Correio da Manhã

Tecnologia
2

MX-30: guiámos o primeiro eléctrico da Mazda que tem cortiça portuguesa

A Mazda continua a reinventar-se e acaba de lançar em Portugal o seu primeiro automóvel totalmente eléctrico.
Aquela Máquina 10 de Setembro de 2020 às 16:47
Mazda MX-30 já chegou a Portugal
Mazda MX-30 já chegou a Portugal

No ano em que celebra o seu centenário, a Mazda continua a reinventar-se e acaba de lançar em Portugal o seu primeiro automóvel totalmente elétrico. Nós já o conduzimos e contamos-lhe tudo o que precisa de saber sobre este modelo, que conta com apontamentos interiores em cortiça portuguesa. 

Tudo começa no nome

A essência deste SUV elétrico está directamente relacionada com o nome, que usa a sigla MX, quase sempre associada ao Mazda MX-5, o roadster mais vendido do mundo. Contudo, ela já foi utilizada em mais de uma dezena de automóveis da marca japonesa, uns de produção e outros meros protótipos, e traduz inovação e irreverência.

Foi assim em 1989, quando a marca do país do sol nascente apresentou o MX-5, e é assim agora, com o lançamento do MX-30, um SUV elétrico de imagem arrojada e com um interior amigo do ambiente.

Inspirado na linguagem de estilo KODO, o MX-30 respeita a imagem dos restantes modelos da marca, muito homogénea e cheia de identidade, mas apresenta uma interpretação ainda mais expressiva desta filosofia.

O exterior é simples mas impactante, e a assinatura luminosa é agressiva e a grelha dianteira musculada. De perfil, destacam-se as portas Freestyle, inspiradas no icónico Mazda RX-8, e a enorme superfície de vidro sem qualquer pilar fixo ao centro. Estes detalhes sugerem uma sensação de amplitude no interior e foi precisamente esse o ponto de partida da Mazda.

Leia o ensaio completo no Aquela Máquina

Mazda MX-30 Mazda MX-30 Elétrico Automóvel Teste Ensaio Aquela Máquina
Ver comentários