Barra Cofina

Correio da Manhã

Tecnologia
9

Piratas roubam rede PlayStation

Sony revela ataque mais de uma semana depois.
28 de Abril de 2011 às 00:30
Hackers violaram segurança da rede PlayStation, que permite a 77 milhões de clientes no Mundo jogarem on-line ou comprarem música e filmes
Hackers violaram segurança da rede PlayStation, que permite a 77 milhões de clientes no Mundo jogarem on-line ou comprarem música e filmes FOTO: Yuriko Nakao/Reuters

Mais de uma semana depois de uma avaria ter interrompido o acesso à rede PlayStation, a Sony revelou ontem o motivo do problema: piratas informáticos violaram o sistema de segurança e roubaram dados privados de 77 milhões de clientes com conta de utilizador em 59 países, Portugal incluído.

Os hackers roubaram nome, morada, endereço de e-mail, data de nascimento e palavras-passe de acesso à rede. A multinacional japonesa começou por afirmar que os piratas não tinham acedido aos números e códigos dos cartões de crédito, mas depois admitiu que não podia dar essa garantia.

Fonte da Sony disse ao CM que estão registadas em Portugal "cerca de 640 mil contas". "Todos estão a receber mensagens de aviso por parte da Sony via correio electrónico", disse, frisando quais os conselhos a seguir (ver texto ao lado).

O ataque pode custar à empresa 16 mil milhões de euros (10% do PIB português), estimam especialistas. Ontem, avançou um primeiro processo contra a Sony, de um cidadão da Califórnia que exige 75 milhões de dólares por a empresa não ter feito tudo para proteger os dados.

Paulo Veríssimo, especialista em segurança informática, afirma que este foi um golpe de "enorme" dimensão. "Essa informação vai fazer estragos. Esses dados são normalmente vendidos por grosso a redes de crime organizado que se baseiam na internet, como a Russianbusinessnetwork, que depois fazem comércio a retalho", explica o professor da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

Segundo o especialista, "as instituições financeiras têm sistemas de detecção de anomalias que vão estar num estado de alerta muito alto para tentar bloquear cartões de crédito à medida que detectem operações estranhas". Já as autoridades vão "investigar as ramificações disto no mundo real". A PJ está atenta à situação e em contacto com autoridades internacionais.

PLAYSTATION SONY PIRATAS ROUBO ATAQUE
Ver comentários