Barra Cofina

Correio da Manhã

Tecnologia
5

Poluição radioactiva é uma ameaça

Grupos ecologistas, incluindo o Greenpeace, alertaram esta quarta-feira que a poluição radioactiva das zonas atingidas pela catástrofe nuclear de Chernobyl, em 1986, pode afectar a capital russa, Moscovo, e até mesmo a Europa de Leste.
11 de Agosto de 2010 às 17:07
Partículas após fuga radiactiva de Chernobyl poderão ser lançadas para o ar
Partículas após fuga radiactiva de Chernobyl poderão ser lançadas para o ar FOTO: Arquivo CM

Segundo os grupos ambientalistas, as partículas radioactivas assentes no solo após a fuga radiactiva de Chernobyl poderão ser lançadas para o ar pela acção do calor e atingir Moscovo e até mesmo países da Europa de Leste.

Por isso, as autoridades russas, redobraram as diligências em Bryansk, 379 quilómetros a Sudoeste de Moscovo, região mais afectada pela fuga em Chernobyl, na Ucrânia, numa tentativa de evitar o pior.

Entretanto, a superfície em chamas na Rússia reduziu-se para metade graças à melhoria das condições meteorológicas. Em Moscovo, chegou mesmo a chuviscar, o que contribuiu para limpar o ar.

Apesar disso, continuam activos 612 focos de incêndios, que já mataram 54 pessoas. Cerca de 165 mil efectivos russos, apoiados por 550 especialistas estrangeiros, combatem noie e dia as chamas.   

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)