Barra Cofina

Correio da Manhã

Tecnologia
1

Português mede Quilimanjaro

Uma equipa científica internacional, liderada pelo português Rui Fernandes, vai subir na próxima semana o Quilimanjaro, na Tanzânia, para fazer a "medição precisa" da altitude da montanha mais alta de África.
27 de Setembro de 2008 às 00:30
Investigadores vão medir a montanha mais alta de África
Investigadores vão medir a montanha mais alta de África FOTO: direitos reservados

Rui Fernandes, que representa no projecto o Instituto Geofísico Infante D. Luiz, de Lisboa, explicou que a expedição Kili2008 integra 14 investigadores de vários países, seis dos quais são portugueses.

As anteriores medições do pico Uhuru, o ponto mais elevado do Quilimanjaro, efectuadas no século XX, na época colonial e nos anos 90, esta última através de GPS, ditaram dois valores diferentes para a sua altitude – 5895 e 5892 metros, resultados que ainda hoje são questionados entre os especialistas. A expedição deverá permitir uma "medição precisa" da altitude, a partir de cálculos científicos "nunca antes realizados".

As medições de altitude convencionais tinham em conta o nível médio das águas do mar, mas o GPS veio permitir fazer esses cálculos em relação ao elipsóide, a superfície geométrica que melhor representa a forma da Terra. Os trabalhos começam na próxima quarta-feira.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)