Barra Cofina

Correio da Manhã

Tecnologia
9

Rede social Bebo está de volta

Fundador do Bebo, Michael Birch, vendeu a empresa à AOL em 2008 por 620 milhões de euros, e em 2013 comprou-a de volta por 730 mil euros.
26 de Fevereiro de 2014 às 19:34
Bebo, ios, android, redes-sociais, snapchat, Blab
Bebo, ios, android, redes-sociais, snapchat, Blab FOTO: DR

A rede social Bebo.com volta ao ativo com uma série de aplicações para serviços móveis. Destaque para o Blab, a primeira de três apps que a empresa planeia lançar este ano.

Shaan Puri, CEO da Monkey Inferno, a incubadora tecnológica por trás do renascimento do Bebo.com, garante que cada um das novas aplicações prima pela diversão e pela facilidade de usar com os amigos.

O Bebo.com é uma rede social fundada em janeiro de 2005, muito popular em países de língua inglesa. Muito semelhante a qualquer outra rede social, foi vendida à AOL em 2008 por 620 milhões de euros, e em 2013 foi comprada de volta pelo seu criador, Michael Birch, por 730 mil euros.

Tal como o Snapchat - que permite enviar mensagens e fotografias que se autodestroem depois de vistas -, o Blab permite aos utilizadores gravar vídeos pressionando um botão do seu smartphone. Depois basta soltar o botão para enviar o vídeo a qualquer pessoa.

O destinatário pode ver o vídeo da mesma forma, pressionando o ecrã para visualizar e largando no fim. Ao contrário Snapchat, no entanto, vídeos não são imediatamente destruídos. Os utilizadores podem por isso voltar a ver o vídeo, quantas vezes quiserem, até ao próximo envio.

A aplicação estará disponível no iOS a partir de março, e uma versão para Android será lançada pouco tempo depois. Será dada prioridade aos 650 mil utilizadores que já estão em lista de espera no Bebo.com.

Bebo ios android redes-sociais snapchat Blab
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)