Barra Cofina

Correio da Manhã

Tecnologia
2

Roubados dados de 1,29 milhões de clientes da Sega

O grupo japonês de jogos Sega anunciou este domingo que os dados pessoais de 1,29 milhões de clientes foram roubados na sequência de um ataque hacker através de um site da sua filial europeia.
19 de Junho de 2011 às 11:34

O site Sega Passe, operado pela Sega Europe, com sede em Londres, não continha informações sobre cartões de crédito, assegurou a empresa. Mas os piratas informáticos roubaram, na sexta-feira, os nomes, as datas de nascimento e as senhas criptografadas dos clientes, acrescentou a Sega. 

Também a empresa japonesa Sony foi recentemente vítima de ataques praticados por piratas informáticos. O último ataque foi reivindicado em 6 de Junho por um grupo de hackers norte-americano, conhecido como o LulzSec, que disse já ter tido acesso a mais de um milhão de senhas, endereços de e-mail e outras informações da SonyPictures.com.  

Um porta-voz da Sony confirmou à agência EFE que foi aberto um processo de investigação sobre este caso que acontece depois de piratas informáticos terem roubado desde meados de Abril dados de mais de 100 milhões de utilizadores dos vários serviços da empresa na Internet.  

O grupo de hackers LulzSec assumiu a responsabilidade do último ataque online à Sony poucas horas depois da empresa nipónica ter anunciado o restabelecimento da rede de jogos vídeo PlayStation Network.  

Este ataque à Sony foi mais um episódio da suposta "cruzada" iniciada há vários meses por alguns grupos de piratas informáticos contra o gigante japonês da electrónica e constitui um revés para a companhia que em Maio anunciou perdas de 2.250 milhões de euros no ano fiscal de 2010, depois  de também ter sido afectada pelo terramoto e tsunami de 11 de Março no nordeste do país.

Ver comentários