Barra Cofina

Correio da Manhã

Tecnologia
4

SIBS lança plataforma que permite desenvolvimento de novos serviços financeiros

Serviço "agrega numa única plataforma 18 entidades financeiras".
Lusa 26 de Fevereiro de 2019 às 18:55
Telemóvel
Caixa multibanco
Telemóvel
Caixa multibanco
Telemóvel
Caixa multibanco
A empresa de serviços de pagamento SIBS lançou esta terça-feira a plataforma API Market, que permite o desenvolvimento de novos serviços de pagamentos e consulta de dados financeiros.

Na apresentação desta plataforma em Alfragide (Amadora), a presidente executiva da SIBS, Madalena Tomé, disse que este serviço "agrega numa única plataforma 18 entidades financeiras, todo o ecossistema de desenvolvimento de novos serviços, de forma a potenciar a interação entre entidades financeiras e 'startup' e a nova vaga de serviços financeiros em Portugal".

A responsável indicou que a plataforma vai disponibilizar o acesso de 95% das contas em Portugal para que entidades financeiras possam testar as suas ideias de "serviços e modelos de negócio".

Para já, é disponibilizada a consulta de saldos e movimentos, a iniciação de pagamentos e a consulta de fundos.

"Este é um dia marcante na história dos pagamentos, como foi há 35 anos o lançamento do Multibanco. É um passo importante para disponibilização de serviços financeiros para clientes finais", afirmou Madalena Tomé.

Esta plataforma da SIBS vem dar corpo às novas regras da diretiva europeia PSD2, que permite a entrada de novos operadores no mercado e eventualmente reforçar as inovações tecnológicas nos serviços de pagamento.

As novas regras permitem a entrada de novos operadores nos serviços de pagamentos, como é o caso dos prestadores de serviços que agregam a informação financeira dos clientes.

Isto permite ao cliente juntar numa única plataforma a informação de várias contas bancárias, mesmo que de bancos diferentes.

A legislação traz ainda uma mudança significativa para os bancos, que passam a ser obrigados a partilhar os dados dos clientes (se estes derem autorização) com empresas concorrentes, como as 'fintech' (empresas tecnológicas de serviços financeiros), perdendo assim uma vantagem competitiva que detêm até agora.

Haverá ainda a oferta de serviços de pagamentos que eliminam a necessidade de intermediários no processamento de transações.

A consultora Roland Berger considerou, num estudo divulgado em janeiro de 2017, que a nova diretiva de pagamentos significará uma mudança "radical" e uma "ameaça" ao negócio dos bancos, estimando um impacto de 25% a 40% nas receitas da banca europeia.

Os bancos vão, a partir de 13 de março, disponibilizar aos prestadores externos de serviços financeiros acesso aos seus sistemas em modo de testes, até que em setembro as regras entrem definitivamente em vigor.

Presente no lançamento da plataforma API Market esteve o ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, que recordou a evolução bancária desde o seu tempo de faculdade e a inovação tecnológica dos últimos dez anos e considerou que os desenvolvimentos recentes "significam uma grande oportunidade para Portugal (...) no desenvolvimento de novos negócios".

Já o presidente não executivo da SIBS, Vítor Bento, voltou a dizer esta terça-feira que é importante que as autoridades e os reguladores em Portugal criem condições para que a empresa que lidera "possa ter dimensão adequada a concorrer no espaço internacional", e não esteja em desvantagem, mas quando questionado quais os obstáculos colocados escusou-se a responder.

O ministro Siza Vieira disse que é importante que as empresas se dotem de "condições que estejam à altura da concorrência que têm" e que é necessário refletir sobe como ajudar as "empresas a serem concorrenciais, inovadoras e estarem à altura dos desafios".
presidente SIBS Multibanco Madalena Tomé Market API Alfragide Pedro Siza Vieira Amadora Portugal PSD2
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)