Barra Cofina

Correio da Manhã

Tecnologia
2

Telescópio Hubble substituído por outro bem mais potente

Com o novo telescópio James Webb, a partir do final de 2018, espera-se saber mais sobre o início do Universo. 
16 de Janeiro de 2014 às 09:54
Construção do telescópio James Webb
Construção do telescópio James Webb FOTO: EPA/NASA/CHRIS GUNN

O telescópio espacial Hubble será substituído por um novo, chamado James Webb. A construção deste último só estará concluída no final de 2018, ano em que será lançado para o espaço.

Estima-se que o telescópio James Webb seja cem vezes mais poderoso que o Hubble. Quando o telescópio for lançado para o espaço, ficará a cerca de um milhão de quilómetros da Terra. “Poderemos ver coisas que com o Hubble não conseguimos, e ver coisas que outros telescópios, tanto no espaço como na terra, não conseguem ver”, explica à Imprensa Amber Straughn, astrofísico da NASA.

Esta é considerada uma das maiores prioridades da NASA, tendo já o senado norte-americano disponibilizado cerca de 658 milhões de dólares (483 milhões de euros), só em 2014.

O telescópio Webb está a ser construído no Goddard Space Center de Maryland, EUA. Terá um espelho de 21 metros de altura e 18 espelhos menores, hexagonais. Os investigadores esperam que o telescópio seja capaz de lhes dar mais conhecimentos acerca do desenvolvimento inicial do universo.


(Chris Gunn/NASA)


(NASA)


(Northrop Grumman/NASA) 

CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO PARA VER
UM VÍDEO DOS ESPELHOS DO TELESCÓPIO WEBB

NASA telescópio Hubble webb universo espaço
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)