Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
4

144 já aceitaram abandonar a RTP

Administração liderada por Alberto da Ponte dá-se por satisfeita se chegar às 210 rescisões amigáveis. Indemnizações podem chegar aos 13,7 milhões
19 de Julho de 2013 às 01:00
Alberto da Ponte vai estar hoje no Parlamento a apresentar aos deputados as contas de 2012
Alberto da Ponte vai estar hoje no Parlamento a apresentar aos deputados as contas de 2012 FOTO: Mário Cruz/Lusa

Dos 240 candidatos a rescindir com a RTP, 144 aceitaram a proposta. Destes, 90 já saíram da empresa, o que deverá representar cerca de 5,9 milhões de euros em indemnizações.

Contactada, a RTP não confirma o valor, mas ao que o CM apurou, a empresa ofereceu 1,35 salários por ano de casa – sendo o teto de 150 mil euros – as mesmas condições propostas em 2011. Na época saíram 180 trabalhadores, com um custo global de 11,7 milhões. Contas feitas, o grupo gastou, em média, 65 mil euros por rescisão.

Aplicando o mesmo valor, pode prever-se que a rescisão amigável dos 144 trabalhadores equivalha a um custo de cerca
de 9,4 milhões de euros. O CM apurou, no entanto, que a administração de Alberto da Ponte considera satisfatório chegar às 210 rescisões, o que representaria um custo de 13,7 milhões.

A efetivar-se este último número de saídas, a RTP reduzirá o volume de trabalhadores para menos de 1900 funcionários.

De recordar que a empresa provisionou 15 milhões para fazer face ao projeto de reestruturação – baseado nas rescisões.

Hoje, o presidente da RTP apresenta na comissão de Ética o Relatório e Contas de 2012 e o Plano de Atividades e Orçamento de 2013.

REESTRUTURAÇÃO RTP CANAL TELEVISÃO ALBERTO DA PONTE
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)