Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
8

Bruxelas aprova neutralidade da Internet

Decisão do Parlamento Europeu alvo de críticas.
28 de Outubro de 2015 às 09:02
A decisão do Parlamento Europeu está a ser criticada
A decisão do Parlamento Europeu está a ser criticada FOTO: Vincent Kessler/Reuters
O Parlamento Europeu aprovou esta terça-feira novas regras para a neutralidade da Internet, ou seja, o acesso igualitário entre os produtores e utilizadores da rede na União Europeia, numa medida que já mereceu fortes críticas.

As novas regras, que serão ainda transformadas em regulamentos, foram aprovadas no âmbito do pacote legislativo ‘O mercado único para as comunicações eletrónicas’, que prevê a criação de "fast lanes", ou corredores rápidos de acesso à internet, às empresas que estejam dispostas a pagar para se distinguirem na velocidade de acesso aos seus conteúdos.

O próprio criador da World Wide Web, Tim Berners-Lee, avisou a União Europeia de que está a criar um precedente que pode prejudicar a inovação no continente.
Parlamento Europeu União Europeia Bruxelas World Wide Web Tim Berners-Lee Internet
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)