Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
2

A história que todos entendem

A Globo parece ter ido a uma fonte de juventude. ‘Viver a Vida’ mostra que a estação não desaprendeu de criar o sonho. E Manoel Carlos, exímio criador, conseguiu agarrar os espectadores com uma história aparentemente simples.
24 de Dezembro de 2009 às 00:00
A história que todos entendem
A história que todos entendem

Nos últimos anos a estrela da TV Globo empalideceu, como se todas as ideias fossem cópias de outras anteriores. As suas telenovelas perderam o brilho, a densidade e a capacidade de atracção dos seus anos de ouro. Em muitos casos os argumentos centraram-se no exótico e em histórias banais e básicas. Depois de um início algo ziguezagueante e que nem sempre cativou, ‘Viver a Vida’ veio provar que ainda há inteligência no universo da Globo. É certo que foi um mestre do universo das novelas, Manoel Carlos, que regressou para redescobrir o trilho mais sensato para que as atenções se voltassem para o pequeno ecrã. Lá como cá. Mesmo na SIC, onde as telenovelas brasileiras pareciam já só estar destinadas a cumprir compromissos, ‘Viver a Vida’ brilha. Qual a razão do sucesso desta novela? É simples: Manoel Carlos conta uma história com protagonistas e situações brasileiras que todos entendem.

Depois há um trabalho que não deve ser esquecido, de Jayme Monjardim, um realizador de créditos firmados, na direcção-geral deste projecto. E, se dúvidas ainda existissem, a escolha das principais intérpretes, Taís Araújo e Lília Cabral, foi exímia. O mundo da moda e do sucesso instantâneo fornece um panorama de fundo para histórias cruzadas de amor e de traição, como é timbre das melhores novelas. E é na definição das personagens femininas que Manoel Carlos mostra toda a sua capacidade: ele parece esculpi-las nas suas virtudes e defeitos como Oscar Niemeyer criava os seus edifícios. A qualidade da novela, aparentemente simples, mas de uma complexidade excitante, tem a ver com esta teia de personagens que o autor criou e cruzou. A simplicidade joga a favor de ‘Viver a Vida’. É uma história que se segue sem constrangimentos e que cria muitos momentos de tensão no próprio espectador. E, no meio de tudo isto, a SIC teve sorte: voltou a ter um produto de prime-time sólido e capaz de combater o rolo compressor das novelas da TVI.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)