Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
8

Acidente a 506 à hora

Hammond capotou com um ‘dragster’ a jacto enquanto gravava ‘Top Gear’.
29 de Setembro de 2006 às 00:00
A vida do apresentador de 'Top Gear' é levar carros até ao limite
A vida do apresentador de 'Top Gear' é levar carros até ao limite FOTO: Reuters
É incrível como ele não morreu instantaneamente”. Foi desta forma que os produtores do programa ‘Top Gear’ da BBC descreveram o acidente que Richard Hammond sofreu no dia 21 enquanto ensaiava um ‘dragster’ com propulsão a jacto.
De acordo com a produção do programa sobre automóveis mais conceituado do Reino Unido, um dos pneus traseiros rebentou quando Hammond ia a 506 km/hora no aeródromo de Elvington, perto de Iorque. O ‘dragster’ perdeu o equilíbrio e fez dezenas de piruetas antes de voltar a parar. O apresentador, uma das maiores estrelas da BBC devido ao seu carácter excêntrico, ainda estava consciente quando as equipas de socorro chegaram ao local, mas perdeu os sentidos durante o transporte para o hospital devido a traumatismos cranianos muito sérios. O seu estado de saúde ainda é reservado.
Hammond, casado e pai de duas filhas com cinco e dois anos de idade, tem surpreendido os ingleses com as suas loucuras. Para lá dos testes a carros, o apresentador já experimentou de tudo um pouco. Este ano quase foi apanhado por um touro durante uma largada em Espanha.
BOMBA SOBRE RODAS: CARRO A JACTO
A hipótese não foi confirmada pela BBC, mas suspeita-se que Hammond tentava bater o recorde de velocidade terrestre do Reino Unido quando sofreu o acidente. A marca anterior era de Colin Fallows com 483 km/h.
Ver comentários