Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
4

Acordo entre RTP, SIC, TVI e CMTV termina com discurso de Bruno de Carvalho

Chegou ao fim o acordo entre canais para evitar excessos de discurso no futebol.
21 de Maio de 2018 às 22:33
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho, presidente do Sporting
Bruno de Carvalho, presidente do Sporting
Bruno de Carvalho, presidente do Sporting
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho, presidente do Sporting
Bruno de Carvalho, presidente do Sporting
Bruno de Carvalho, presidente do Sporting
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho, presidente do Sporting
Bruno de Carvalho, presidente do Sporting
Bruno de Carvalho, presidente do Sporting
Chegou ao fim o acordo entre RTP, SIC, TVI e CMTV para evitar excessos de discurso no futebol.

Tudo porque, no sábado, a SIC Notícias decidiu emitir a totalidade do discurso de Bruno de Carvalho (mais de duas horas), quando os outros canais optaram por cortar a emissão e apenas regressar quando fossem permitidas perguntas.

"Foi um momento importante de concertação e autorregulação, sobretudo em defesa dos profissionais que andam no terreno, mas que, agora, infelizmente, cessou", afirma Carlos Rodrigues, diretor executivo do CM e da CMTV.

Paulo Dentinho, diretor de informação da RTP, defende que os canais devem "recuperar este acordo, porque com ele não ganha só o jornalismo, mas também o País".

Ricardo Costa e Sérgio Figueiredo, diretores de informação da SIC e TVI, optaram por não comentar.
Ver comentários