Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
2

Adiado julgamento de Baptista Bastos

O Tribunal Judicial do Funchal adiou esta sexta-feira, para 14 de Julho, o julgamento do jornalista e escritor Armando Baptista Bastos, acusado do crime de difamação. A queixa-crime foi apresentada pelo presidente do Governo Regional da Madeira, Alberto João Jardim.
20 de Junho de 2008 às 16:43

O tribunal justificou a decisão do adiamento, alegando a falta de condições para a sua realização.

Em causa está uma crónica escrita por Baptista bastos no Jornal de Negócios, no passado dia 08 de Julho de 2005, intitulada “Um fascista grotesco”, na qual, o também escritor, criticava as afirmações de Alberto João Jardim contra a presença de chineses e indianos na Madeira.

Em resposta ao caso, o jornalista do Jornal de Negócios declarou que “nunca foi minha intenção ofender o Dr. Jardim, que nem conheço. A minha posição é puramente de ordem moral e política”, recusando pedir desculpas pelo sucedido ao presidente do governo regional.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)