Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
4

António Luís Marinho na Administração

Luís Marinho deverá ser novamente promovido na RTP. O director-geral de Informação para a Rádio e Televisão, garantem-nos várias fontes, vai integrar a próxima administração da empresa pública.
15 de Dezembro de 2007 às 00:00
O jornalista que dirigiu as várias antenas da rádio e, posteriormente, sucedeu a José Rodrigues dos Santos, quando o pivô se demitiu de director de Informação da RTP, garantem-nos fontes da estação e da esfera política, será, na nova estrutura, o responsável pela pasta dos Conteúdos, sucedendo, assim, ao administrador que o escolhera para tais cargos, Luís Marques. António Luís Marinho, que não atendeu o telemóvel nem respondeu ao departamento de Comunicação da empresa se falava ou não ao CM, de acordo com alguns dos seus companheiros de trabalho, escusa-se a comentar a nova promoção. “Limita-se a sorrir”, dizem-nos.
Para lá de Marinho, Guilherme Costa, o futuro presidente, deverá contar com José Marquitos, como vice-presidente, e Gabriela Chouzal, quadro do BPI, que trabalhou no ICEP com o sucessor de Almerindo Marques. A saída de Chouzal terá sido, mesmo, falada num jantar, recente, da administração daquele banco. E, dentro da RTP, comenta-se a possibilidade de a mudança de empresa não a obrigar a trocar o seu local de trabalho, isto é, o Porto por Lisboa.
A promoção de Marinho obrigará, se o organograma se mantiver, a administração a nomear um novo responsável pela tutela da Informação da Rádio e Televisão. José Alberto Carvalho é apontado como o sucessor natural, até porque o executivo da Rádio, João Barreiros, adiantam-nos, “não tem problemas em trabalhar” com aquele pivô. E, depois, será necessário encontrar alguém para render o apresentador do ‘Telejornal’, falando-se em nomes como Cesário Borga, Luís Castro e José Alberto Lemos.
Entretanto, António Borga, responsável pelos Meios de Produção da RTP, terá sido pensado para o cargo de director-geral. Mas para tal possibilidade vingar será necessário criar-se um novo organograma, o que é muito provável.
PERFIL
António Luís Marinho, 53 anos, trabalhou na Renascença, TSF, Lusa – primeiro como adjunto e depois como director, quando Oliveira e Silva, que hoje dirige o Centro de Formação da RTP, passou a presidente –, integrou a direcção da TVI, editou a Política na SIC e, pela mão de Emídio Rangel, foi subdirector da RTP. Depois, dirigiu os canais da rádio pública antes de suceder a Rodrigues dos Santos na direcção de Informação. Agora, é o director-geral de Informação para Televisão e para Rádio.
NOMES DE QUEM SE FALA
JOSÉ ALBERTO CARVALHO
É o director executivo de Informação da Televisão
CESÁRIO BORGA
Ex-correspondente em Madrid, coordena a ‘Em Reportagem’
JOSÉ ALBERTO LEMOS
É o director de Programas da RTP N
LUÍS CASTRO
É o jornalista que coordena o ‘Telejornal’
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)