Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media

‘Apagão’ chegou ao Centro do País

Mais uma etapa do processo de implementação da Televisão Digital Terrestre (TDT) ficou ontem concluída, com o desligamento de retransmissores que abrangem os distritos de Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa, Santarém e Viseu. O ‘apagão’ chegou a 200 mil casas. No distrito de Leiria, o processo acabou por não causar "reclamações".

14 de Fevereiro de 2012 às 01:00
Vitália deixa de ver TV com o “apagão” da Lousã
Vitália deixa de ver TV com o “apagão” da Lousã FOTO: Ricardo Almeida

Mais uma etapa do processo de implementação da Televisão Digital Terrestre (TDT) ficou ontem concluída, com o desligamento de retransmissores que abrangem os distritos de Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa, Santarém e Viseu. O ‘apagão’ chegou a 200 mil casas. No distrito de Leiria, o processo acabou por não causar "reclamações".

"Muitas pessoas já tinham a TDT. Com a informação que houve, parece-me que correu bem", explicou Germano Pragosa, autarca da freguesia da Batalha. Contudo, em Coimbra, várias famílias continuaram a ver TV através do sinal analógico. Isto, porque muitas casas continuam a captar o sinal do emissor da Lousã, que apenas será desligado a 26 de Abril. Vitália Frota, 72 anos e a irmã, Emília, de 82, residentes em Casal do Lobo, Coimbra, continuaram com a televisão ligada. "Quando isto for abaixo vou deixar de ver televisão. A reforma é fraca. Tiram-nos tudo", lamenta Vitália. Rui Mateus, 55 anos, estava admirado. "Pensei que o ‘apagão’ era hoje [ontem], mas a TV da cozinha ainda funciona com sinal analógico", devido ao emissor da Lousã.

Já o município de Mação, distrito de Santarém, manifestou junto da Anacom o seu "profundo desagrado" com a não cobertura de sinal da TDT na totalidade da área do concelho.

TDT TELEVISÃO APAGÃO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)